Artigos


SER-MÃO

Por Priscila Melo Viana | 13 de Junho de 2018
SER-MÃO


A pergunta que te faço hoje é: O que você tem feito com aquilo que está em suas mãos?

Muitas vezes abrimos mãos de executarmos algo, por que nossa mente está mais ligada naquilo que vai dá errado, do que pode dá certo. E simplesmente desistimos. Pessoas pessimistas.

Muitas vezes abrimos mão de conquistar sonhos e colocamos eles engavetados, porque não acreditamos que eles podem realizar. Pessoas desiludidas.

Muitas vezes abrimos mão de realizar projetos e ter o prazer de ver saindo do papel, porque somos incapazes de ir além do que nossos olhos podem ver. Pessoas desesperançosas.

Muitas vezes abrimos mão de fazer um ato de amor, porque só recebemos ingratidão das pessoas, e a forma de retribuir é pagando na mesma moeda. Pessoas frustradas.

Saiba de algo: Existe um Deus que reposiciona as coisas de lugar. Seu passado não dita seu futuro. O que você vivenciou lá trás e causou marcas, não é o que vai direcionar seus passos daqui para frente. O que deu errado ontem, não será aquilo que dará errado para sempre. Uma tentativa frustrada, não quer dizer que nunca dará certo. Tente, tente, tente até conseguir! O não de hoje é uma proteção de Deus para o sim de amanhã!

Se hoje sua vida se encontra em um deserto e você não vê uma solução para sair dela, não tem força resistir à alta temperatura e as fortes tribulações, não encontra alimento para matar sua fome, recursos para construir algo e tentar fugir desse lugar. Paulo diz em Filipenses 4:12-13 “Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece”.

Perceba que mesmo no vale ou na montanha, no deserto ou no paraíso, na fartura ou na escassez, Deus mostra que Ele está conosco! Ele não nos desampara. Se você clamar e buscar, você será ouvido e atendido pelo nosso Deus, que é Pai, e NÃO abandona seu filho.

Ore a Deus e peça discernimento com o que fazer com aquilo que está em suas mãos. Certa vez li essa reflexão do autor Kenneth Ulmer que me chamou a atenção:

“Um estilingue em minha mão é brinquedo de criança. Na mão de Davi, derrotou Golias. Tudo depende da mão em que está.

Uma vara em minha mão pode espantar animais. Na mão de Moisés, abriu o Mar Vermelho. Tudo depende da mão em que está.

Cuspe e barro em minhas mãos produzem um pouco de lama. Nas mãos de Jesus, abriram os olhos aos cegos e trouxeram libertação. Tudo depende das mãos em que está.

Dois peixinhos e cinco pães em minhas mãos podem transforma-se em alguns sanduíches. Nas mãos de Jesus, alimentaram multidões. Tudo depende das mãos em que estão.

Pregos em minhas mãos talvez produzam uma gaiola de passarinhos. Nas mãos de Jesus, morto na cruz, pendurado entre dois ladrões, ferido com uma lança, os pregos nos pés e nas mãos é SALVAÇÃO para o mundo inteiro.

Porque tudo depende das mãos em que estão”. Kenneth Ulmer

O que você tem feito com aquilo que está em suas mãos?

Que as suas mãos, mente, corpo, alma e entendimento sejam abençoados!

Deus diz a você: "Clame a mim e eu responderei e lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece" Jr 33:3.

Com carinho

Pri Melo Viana


Deixe seu comentário


Comentários