Artigos


CULTURA DA HONRA

Por Paulo Silva | 17 de Setembro de 2018
CULTURA DA HONRA

Essa é a cultura de Deus. Tudo no seu reino se move nesse princípio. A base da honra é o amor a Deus acima de tudo e aquele que o ama de verdade, amará a todos que Ele ama. Em João 15:35, Jesus disse que a maneira do mundo identificar que somos realmente Seus discípulos, é através do amor que exercemos uns para com ou outros, isso é, pela maneira como honramos o nosso semelhante.

A honra não é conveniente, é incondicional e intencional. Não é bajulação, mas é sim valorização. Estar em Cristo nos coloca dentro dessa atmosfera de honra, onde valorizamos o outro pela perspectiva de Deus e não pela nossa própria. Deus não vê como vemos, Ele sempre nos vê pela ótica da honra, isso é, pela perspectiva da eternidade. O nosso erro ou falha momentânea nunca será determinante diante da nossa identidade gerada Nele, na eternidade e para a eternidade.

O dilema nisso tudo é que amamos ser amados e guardados nessa cultura de Deus, mas raramente queremos ser como Ele é quando precisamos exercer a mesma honra para com o próximo. Queremos a misericórdia que não exercemos, o perdão que não damos, o serviço que não prestamos, o amor que não manifestamos, a valorização que não expressamos. Pra ser discípulo de Jesus temos que olhar e amar ao próximo pela mesma perspectiva que Ele olha. Honramos não simplesmente por quem a pessoa é, mas principalmente por quem somos.

Honrar é amar como Deus ama. É servir sem acepção, é verbalizar a valorização, é perdoar sempre, elogiar, acreditar, reconhecer as qualidades e relevar os defeitos, é ser grato, bondoso, amigável, paciente e compreensível. Honra não se aprende na escola, se aprende em Cristo.


Deixe seu comentário


Comentários