Artigos


Como não entrar em um relacionamento errado?

Por Priscila Melo Viana | 03 de Julho de 2018
Como não entrar em um relacionamento errado?

''Não despertem nem incomodem o amor enquanto ele não o quiser'' Cânticos 8:4. Esse versículo nos instrui em outras palavras a não 'abrir os olhos' do amor enquanto não for tempo.

Tem momentos que a carência grita tão alto que induz a fazer escolhas impensadas e trilhar um caminho, às vezes, sem volta. Aquela vontade intensa de ter um namorado faz com que a pessoa esqueça os princípios estabelecidos por Deus no namoro e as consequências disso podem ser indesejáveis.

Mas, afinal, a bíblia fala sobre namoro? De maneira clara como fala sobre divórcio, adultério, salvação, dízimo e etc... Não! Mas em todo tempo a bíblia nos relata histórias e nos dá direções de como se guardar e esperar a pessoa certa.

Dentro desses princípios, quero me ater nesse artigo a duas palavrinhas que é pouco falada hoje em dia: Defraudação Emocional. O dicionário conceitua defraudação como um ato de usurpação mediante uma fraude, em outras palavras, é apoderar-se de algo de forma desonesta, utilizando-se da má fé. A defraudação emocional é quando alguém gera em outra pessoa uma expectativa sentimental que não poderá ser suprida. É algo que a pessoa não está disposta a cumprir ou não tem condições de manter.

Defraudar uma pessoa é usar, "tirar proveito" do outro, sem desejar um verdadeiro compromisso. É deixar a pessoa acreditar que você deseja casar com ela, mas na verdade, você quer apenas curtir o momento e nada mais.

E isso tem acontecido dentro da própria igreja. Pensamos que esse tipo de comportamento é de pessoas que não conhecem a Cristo, mas tem sido um hábito comum e tem deturpado os princípios e bons costumes do que a palavra de Deus nos instrui.

É triste quando vemos homens e mulheres atirando para todos os lados em busca da pessoa certa, do par ideal.

A defraudação emocional causa uma série de problemas emocionais, como por exemplo: decepção, frustração, ira, sede de vingança, baixa autoestima, carência e muitos outros sentimentos e reações. Ou por outro lado, torna a pessoa mais promiscua (escolhe ir para o lado da sensualidade para 'ganhar' o coração da pessoa). Isso é tão sério que, a pessoa que é defraudada perde a esperança de ter um relacionamento saudável e são desacreditadas a viver um casamento feliz.

A pastora Sara Sheeva no seu livro, Defraudação Emocional, detecta quatro sintomas de como isso acontece:

1- SEDUÇÃO: Pode partir de uma das duas pessoas envolvidas.

Exemplo: Um rapaz se interessou por uma moça e, ao invés de buscar a orientação correta da parte de Deus, seus pais e de seus líderes de como se aproximar dela, ele usa um costume mundano: a boa lábia.

2 - AZARAÇÃO: Pode partir das duas pessoas juntas.

Exemplo: Um rapaz e uma moça se interessam mutuamente e começam a paquerar, e sem saber se é a vontade de Deus, começam a namorar.

3 - CUPIDO: Pode partir de pessoas de fora do relacionamento.

Exemplo: É o famoso cúpido ou empurrãozinho. É quando pessoas de fora do relacionamento resolve dar uma ajudinha para unir o casal.

4 - AUTO DEFRAUDAÇÃO: Pode partir da própria pessoa para si mesmo.

Exemplo: É mais comum nas mulheres, apesar de existirem algumas exceções onde alguns homens apresentam esse comportamento. Como uma pessoa se auto defrauda? A pessoa dá asas à imaginação e fica sonhando em cima de uma realidade que não existe. Ignora a realidade, não quer enxergar a impossibilidade do relacionamento e do casamento com o "amor platônico" que ela mesma criou. 

Em 1 Tessalonicenses 4:4-8 está escrito: "Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus, ninguém iluda ou defraude nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos. Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação. Portanto, quem rejeita isso não rejeita ao homem, mas sim a Deus, que vos dá o seu Espírito Santo".

A bíblia é muito clara quando diz que Deus é vingador de quem comporta dessa maneira. Em outras versões diz que o Senhor castigará quem fizer tal pratica. Portanto, viva o que a palavra de Deus nos ensina; saiba controlar seu próprio corpo, se livre da imoralidade sexual, não seja dominado pelos seus desejos.

Lembre-se sempre: Deus não te chamou para viver uma vida de imundícia, e sim de santidade.

Leia a bíblia e viva!

''Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida.'' Provérbios 4:23

Com carinho

Pri Melo Viana


Deixe seu comentário


Comentários