Artigos


Asas para voar

Por Patricia Silveira Velho | 04 de Junho de 2018
Asas para voar

Será que só eu que sinto? Será que é só comigo que acontece?

É como se eu estivesse em um esmagamento, uma pressão por dentro, como uma borboleta querendo do casulo sair, fazendo uma força interna para romper aquela camada que está a envolvendo, era como me sentia a alguns meses atrás. Mas então de repente algo começa a amenizar, um pouco menos doloroso e pressionante desta vez... então começa a sair uma “asinha” desta borboleta.

Oh my Goddddd...é assim que tenho me sentido! Como se as asinhas estão saindo do casulo da imaturidade, do medo, da insegurança, rompendo para um novo nível. Asas prontas para um voo, para viver uma nova e instigante aventura, por tudo ser novidade é normal sentir um receio, mas é necessário  lembrar que se aconteceu o romper do casulo era tempo, se eu permanecer dentro do casulo vou atrofiar, isso eu não quero! E se Deus me deu “asas”, é para voar.

Chegou o tempo de um voo nunca dado, de uma aventura nunca vivida, de um nível nunca experimentado, vamos voar. O Pai chama, eu vou.

Saiba que se Ele tem chamado, Ele garante o voo!

“Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.”

1 Coríntios 13:11



Deixe seu comentário


Comentários